quarta-feira, 4 de maio de 2011

Crise no relacionamento ou em nós mesmas?

Ontem quando estava trocando e-mail com uma leitora do blog que é muito querida, ela me perguntou como estava meu namoro. Sem pensar muito eu respondi:

"Esta tudo bem...com alguns altos e outros baixos. Mas vamos indo...rs Acho que os altos e baixos estão mais em mim do que no namoro."

Depois que vi o que respondi, percebi que cometi um lapso de sinceridade e que precisava pensar sobre aquilo, afinal não é todo dia que você mesma diz o que precisa ouvir. Fui deitar e fiquei ali, com aquela cara de taxo e olhando pro teto. Sabe a conclusão que cheguei?

Percebi então que eu e a maioria das mulheres temos o péssimo hábito de colocar nossos problemas no namoro, e é exatamente isso que estou fazendo. A crise que esta acontecendo comigo eu transfiro para meu relacionamento e acabo achando que é o meu namoro que esta em crise.

Por exemplo, eu tenho uma auto estima tão baixa, que acho que quando estava no céu na fila pra pegar auto estima, quando chegou minha vez Deus disse:

- Olha minha filha, vou ficar te devendo....volta aqui na próxima encarnação....

Sem brincadeira, tenho estado em crise comigo mesma. Tô achando meu cabelo estranho, minha barriga começou a crescer tanto que parece que to gravida de 7 meses, as espinhas pipocam na minha cara como se eu tivesse 15 anos, meus dentes entortaram e eu tive que voltar usar aparelho, e pra completar o pacote meu tamanho me faz parecer com uma criança...Me vejo como um monstrinho.....Me sinto a verdadeira Ungly Betty ( sem óculos..rs) E esta total falta de auto estima tem feito eu me sentir um lixo..

E consequentemente surgem questões pessoais que eu acabo transferindo para o namoro, como por exemplo:

"Meu namorado é LINDO! O que é que ele tá fazendo comigo?! Ele é louco?! Será que ele tá comigo por caridade?! Será que ele na verdade tem outra?! "

E ai já viu....Começam as paranóias... Fico com dó é dos namorados, noivos e maridos, porque isso acaba indo diretamente pra eles. A gente começa a desconfiar DELES, começa a brigar com ELES, fica com raiva DELES, acha que ELES são uns sacanas por nos fazerem de boba. E assim surge a transferencia de crise. A minha crise de auto estima foi pro relacionamento seu que eu percebesse. Por isso, vamos tentar controlar. Contar até um milhão e depois contar de novo antes de brigar. Vamos tentar nos dar um tempo. Pensar no motivo de estarmos com a auto estima baixa e tentar achar uma solução pra isso. ( aceito sugestões).Vamos parar de procurar problema onde não tem. E procurar ser feliz sem culpa, como faz minha querida amiga Vânia. Um amor de pessoa que conheci aqui no blog. Como diz Gisela Rao:

"Para o alto e avante"

Beijos da Madá

P-s: Pessoal, estou respondendo os e-mails de todo mundo, mas tem gente que capricha no texto

e isso me faz demorar um pouquinho mais pra responder de todo mundo ok?

Mas tô respondendo.

E-mails para: amamdemais@gmail.com

4 comentários:

Anônimo disse...

E exatamente isso que sinto Mada ! E isso mesmo vejo que temos que aprender tanto sobre nos antes de termos uma relaçao... mas claro que nao podemos cortar o que ja existe pra podermor melhorar essas lacunas. E por isso precisamos aprender a nos conhecer nos aceitar e nos amar, estando do lado da pessoa escolhida, e essa pessoa acaba sendo nosso teste... E como um jogo, temos que conseguir superar essa estima, que parece um diabinho que nos persegue, com a pessoa ao lado pra nos testar... Pois nao podemos depender delas pra estar sempre a nos levantar, acho q temos que mandar esse diabinho pra longe, aprender a nao deixa lo nos atormentar!
Fazendo a ligaçao com o que vc escreveu sobre a distancia, e a comunicaçao... logo acima...
Meu namorado foi morar em outra cidade, na verdade outro pais, a muitas milhas de mim. A comunicaçao nunca foi o nosso forte, sempre achei q era ele q nao comunicava, mas vejo que sou eu tambem... Minha estima é tao baixa que nao consigo me impor da maneira que quero, nao consigo esclarecer as coisas com medo da resposta...
E com a distancia isso piora... Estamos juntos, morando na mesma casa a 3 anos... Mas assim q ele se foi, terminamos... e pra mim foi um certo alivio pois eu interpretei tudo como se ele nao me amasse, como se ele quizesse novas experiencias, e novas mulheres, pois eu nao estava na altura dele... Sempre o achei inteligente e gatissimo, e acabei achando normal dele querer fazer a vida dele, sem me botar em seus projetos... ja estava me preparando pra isso faz tempo... mas tentei botar as cartas na mesa, com a distancia, e tentei entender o porque dele nao me dizer simplesmente que nao me amava e que queria fazer a vida dele, ao inves de dizer q nao dava por causa da distancia...
Ele so dizia q isso seria melhor pro nosso futuro...
Enfim terminei nao quiz mais falar com ele... passei pela fase liberdade ! Faze seduçao !! E fiquei surpresa como funcionou ! Varios gatinhos que eram amigos, e que qaundo souberam da solterisse, nao hesitaram ! Isso me fez tao bem... nao esperava nem um pouco...
Isso com meu ex tentando voltar a falar comigo, mas eu nao queria, nao fazia sentido falar com alguem que nao me queria...
Ate que ele me mandou um email... com a passagem comprada pro pais onde ele esta, disse que me ama, e que quer sim fazer projetos comigo, que assim q o estagio dele acabar voltamos pro Brasil juntos... enfim, disse que isso sempre passou pekla cabeça dele mas q ele nao conseguia falar, q ele nao sentia a necessidade... enfim...
Ja estamos juntos e em 3 semanas me vou... pra la...
Mas sei q temos que mudar sse ponto da nossa relaçao, pra que de certo, essa comunicaçao !!! grande problema dos dois !Ainda nao sei se conseguiremos, mas acredito que com o amor pode ser que consigamos fazer esforços... até onde ? nao sei...

Gabi disse...

Oi Madá!
Acabei de conhecer seu blog, mas preciso dizer uma coisa que me faz melhorar minha auto estima.
Se arrume e saia. Pra qualquer lugar, sozinha. Vai trabalhar? Se arrume. Faça as unhas, se depile, arrume o cabelo, vista aquela roupa que te deixa bonita.
Mesmo se você, no fim, não se sentir assim tão bonita...
Certeza que algumas pessoas na rua vao discordar de voce. Infelizmente a gente precisa se afirmar por meio do que outras pessoas pensam. Vendo as pessoas te acharem bonita, você começa a se sentir bonita também!

Beijos!

Jessica Maarques disse...

Oi Madá.
ADOREI seu blog tudo de bom.
sou muito ciumenta não sei mais como controla.
fico pensando de tudo por ele ser mais experiente qe eu.

Anônimo disse...

amei seu blog.